VOLTAR AO SITE ACTUAL

precariedade.png
Interesse nacional prejudicado nas privatizações da EDP e REN
01-Jul-2015
tribunalcontas.pngTribunal de Contas salienta gastos supérfluos, falta de transparência e aponta que, só na última fase, valor de venda se situa aquém do que seria obtido com os dividendos resultantes dos lucros (no caso da EDP e só em 2012), entre muitos outros milhões de perdas.
pdf Ler Comunicado
 
Contratado a termo incerto reintegrado como efectivo na Vision Box
24-Jun-2015
image1005.jpgUm trabalhador da Vision Box – Soluções de Visão por Computador foi recentemente reintegrado como trabalhador efectivo da empresa. O Tribunal de Trabalho de Lisboa considerou ilícita a cessação do seu contrato de trabalho a termo incerto, por insuficiência de motivo justificativo da celebração do contrato a termo. O despedimento ocorreu em Janeiro de 2013 e a empresa foi condenada a pagar os vencimentos e demais remunerações desde então até agora.
Ler mais...
 
Greve contra discriminações em função do género na Vitrohm
15-Mai-2015
salario-mulher.jpgAs mulheres trabalhadoras da Vitrohm Portuguesa, do grupo multinacional chinês Yageo, estão em greve, hoje, 15 de Maio, para exigire salários iguais aos dos seus colegas, homens, que embora realizem trabalho igual auferem vencimentos superiores e cuja diferença atinge, nalguns casos, os 500 euros mensais. A partir das 14h00 as trabalhadoras estarão concentradas junto ao portão da fábrica, sita na Estrada Nacional 249-4, em Trajouce, S. Domingos de Rana.
Ler mais...
 
Kemet
15-Mai-2015

kmet_electronics_protesto225.pngCondenação definitiva por sonegação de dias de férias

O Tribunal de Trabalho da Relação de Évora condenou, em definitivo, a administração da Kemet, de Évora, a ressarcir sete trabalhadores por dias de férias sonegados nos últimos anos. A empresa vai ter de pagar mais de seis mil euros aos sete trabalhadores, acrescidos de 5500 euros de custas. O SIESI vai agora organizar a reclamação dos dias de férias em dívida aos restantes trabalhadores lesados, cerca de 130. Destes, 60 estão a laborar. Os outros 70 foram despedidos colectivamente da empresa, em 2014, e impugnaram o despedimento. Globalmente, está mais de meio milhão de euros em causa.

Ler mais...
 
Vitrohm
11-Mai-2015
img-blog-sexualidade-igualdade-genero.jpegGreve por aumentos salariais e contra discriminações

Os trabalhadores da Vitrohm, mulheres, na maioria, vão estar em greve no próximo dia 15 de Maio, no segundo período de trabalho, reivindicando a melhoria dos salários em 35 euros mensais, entre outras questões. E, também, a correcção das discriminações salariais e profissionais. Durante a paralisação, as trabalhadoras desta fábrica de resistências para a indústria electrónica, situada em Trajouce, Cascais, e subsidiária da multinacional Yageo, de Taiwan, deslocam-se à embaixada de Taiwan, em Lisboa, para dar a conhecer à administração do Grupo Yageo, em Taipé, as práticas discriminatórias da direcção da Vitrohm.

Ler mais...
 
Aos Trabalhadores do Grupo REN
20-Mar-2015

gruporen012.jpg

Revisão salarial para 2015 concluída

A CNS/Fiequimetal conseguiu demover a empresa da posição em que esta se encontrava, e, dessa forma, criar as condições suficientes para o estabelecimento do acordo.

pdf Informação n.º 7/2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 6 /2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 5 /2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 4 /2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 3 /2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 2 /2015 - 11 de Março de 2015

pdf Informação n.º 1 /2015 - Início da revisão salarial - 4 de Março de 2015

 

 
Tribunal condena a Tempo Team por imposição de dia substitutivo de feriado
26-Mar-2015
 O Tribunal de Trabalho de Lisboa condenou a empresa Tempo Team a pagar três dias de trabalho e o prémio de assiduidade mensal abusivamente descontados a uma trabalhadora. Esta gozou o dia do feriado municipal de Lisboa de 2014 na data certa (13 de Junho, uma sexta-feira) e não em 31 de Outubro, como a direcção da empresa unilateralmente pretendia. A Tempo Team pertence ao grupo multinacional Randstad. São cerca de 1500 os trabalhadores (mulheres, na esmagadora maioria), que laboram nas instalações da empresa na Quinta do Lambert e no Parque das Nações, em Lisboa, prestando serviços à EDP, com predominância na área de Call Center.
Ler mais...
 
Regularização laboral na Magpower
26-Mar-2015
imagzdfses.jpgUm compromisso recente estabelecido entre o Sindicato e a administração da Magpower pretende regularizar a vida laboral da empresa, designadamente acabar com os atrasos nos pagamentos de retribuições. E, também, resolver a dívida salarial acumulada, a qual já está a ser recuperada. A Magpower é uma fábrica de painéis solares dos mais avançados do Mundo, ditos de terceira geração, que utiliza concentradores de luz em vez das células fotovoltaicas tradicionais. Tem instalações na Estrada de Paço de Arcos, na Agualva-Cacém, e cerca de 100 trabalhadores.
Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 28 - 36 de 193