2facebook

Logotipo 4 Congresso

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Divisão da Delphi e a salvaguarda do emprego e dos direitos

Divisão da Delphi e a salvaguarda do emprego e dos direitos

No seguimento de informações de que a Delphi irá ser dividida em duas empresas, dirigentes da Fiequimetal, do SIESI, SITE CSRA e SITE NORTE reuniram-se com a direcção de recursos humanos da empresa em Portugal, para obter os esclarecimentos necessários.

Desde já queremos afirmar que os Sindicatos da CGTP-IN estarão atentos e prontos a agir, sempre com os trabalhadores caso a Administração da Empresa pretenda suprimir direitos, colocar em causa o Emprego e operar mudanças internas que degradem ainda mais as condições de trabalho.

A Fiequimetal/CGTP-IN solicitou reunião aos ministérios da economia e trabalho com o propósito de colocar o governo ao corrente da situação.

 

Segundo as informações prestadas pelos recursos humanos:

• A Delphi irá ser dividida em duas empresas;

• A nova empresa, ainda sem nome conhecido, irá ser criada a partir do segmento “Powertrain”, que tem 15.000 trabalhadores, vale 4,5 biliões de dólares. E é constituído por 3 unidades de negócio: ignição, válvulas e sensores; injecção e electrificação (relacionado com os carros eléctricos).

• Assim, as unidades de Braga, Castelo Branco e Lumiar, irão continuar na Delphi e a unidade do Seixal irá passar para a nova empresa;

• O processo de divisão deverá estar terminado até o 1º Trimestre de 2018;

• Vão realizar-se reuniões regulares para acompanhar o processo e regularmente informado aos trabalhadores, em plenários.

NEGOCIAÇÃO DOS CADERNOS REIVINDICATIVOS

Nesta reunião, ficou o compromisso da empresa reunir com os nossos sindicatos - Site Norte, Site Centro Sul e Regiões Autónomas e SIESI- para negociar os cadernos reivindicativos de 2017.

Participa e reforça a organização do sindicato!
23 de Maio, nas Eleições para os Representantes de SST, VOTA A

Ler Comunicado aos Trabalhadores