2facebook

Dia Juventude 150.pdf

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

PETICAO PRECARIEDADE 250

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



line 720

A propósito da anunciada REN PRO…

Atentos e informados é a exigência!

Face a algumas informações que, de forma dispersa e sem rigor, apontavam para contactos a trabalhadores no sentido de passarem aos quadros de uma nova empresa a constituir pelo Grupo REN – a REN PRO – abrangendo principalmente a REN Eléctrica, podemos esclarecer:

 

O Grupo REN constituiu recentemente uma nova empresa que tem aquela denominação e na qual, com o objetivo de diferenciar as funções de suporte mais orientadas para o mercado, irão passar as áreas e responsabilidades referentes ao Desenvolvimento de Negócios, Comunicação e Sustentabilidade, Marketing operacional e Gestão de Projetos e Aplicações e irá ainda ser criada uma nova área de Operações Comerciais.

No seu quadro de pessoal, ao contrário do que era dito, estão previstos cerca de 38 trabalhadores, oriundos essencialmente da REN Serviços, REN SGPS, REN Portgás Distribuição SA e REN Gás Distribuição SGPS.

A forma pretendida para garantir o vínculo dos trabalhadores é através de um aditamento ao contrato na modalidade de pluriempregador, modelo habitualmente usado na REN, como foi o caso da REN Serviços, mantendo-se o vínculo à empresa de origem, os locais de trabalho e os direitos decorrentes do contrato vigente.

Quanto ao ACT, a Comissão Executiva da REN já deliberou ser proposto aos sindicatos a extensão daquele a esta nova empresa.

Estamos a acompanhar os desenvolvimentos do processo e aconselhamos que os trabalhadores antes de assinarem qualquer documento que nos contactem para os esclarecimentos ou outro apoio que se mostre necessário.

Ainda, os torniquetes…

A REN tem vindo a informar da sua pretensão que os equipamentos de controlo de acessos – os já famosos torniquetes – entrem em funcionamento a breve prazo, com o “objectivo de introduzir alterações profundas nos processos de assiduidade e controlo de acessos”.

Como vão existir reuniões a nível dos locais de trabalho, bem como se esperam esclarecimentos mais aprofundados, esperamos que o processo, independentemente de situações que possam ter outro tipo de tratamento, possa passar uma ideia clara do que efectivamente é pretendido e que salvaguarde as condições de segurança a todos os níveis, bem como afaste qualquer possibilidade de discriminação no controlo de acessos e assiduidade. Se todos passam os torniquetes, todos devem ter um registo e tratamento igual, única forma de dar a este processo o sentido e transparência que a REN diz pretender!

Aguardemos então e depois veremos!

Ler comunicado aos trabalhadores do Grupo RENos trabalhadores do Grupo REN

 A tabela salarial para 2019
está em fase final de elaboração
e irão ser realizados, a breve prazo,
Plenários de Trabalhadores
para a sua aprovação.