2facebook

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Acção Sindical

Divisão da Delphi e a salvaguarda do emprego e dos direitos

Divisão da Delphi e a salvaguarda do emprego e dos direitos

No seguimento de informações de que a Delphi irá ser dividida em duas empresas, dirigentes da Fiequimetal, do SIESI, SITE CSRA e SITE NORTE reuniram-se com a direcção de recursos humanos da empresa em Portugal, para obter os esclarecimentos necessários.

Desde já queremos afirmar que os Sindicatos da CGTP-IN estarão atentos e prontos a agir, sempre com os trabalhadores caso a Administração da Empresa pretenda suprimir direitos, colocar em causa o Emprego e operar mudanças internas que degradem ainda mais as condições de trabalho.

A Fiequimetal/CGTP-IN solicitou reunião aos ministérios da economia e trabalho com o propósito de colocar o governo ao corrente da situação.

O SIESI concluiu recentemente um ciclo de plenários de trabalhadores na EDA - Electricidade dos Açores, em todas as ilhas, nos quais foi possível fazer uma análise e discussão aprofundada da situação com que os trabalhadores se confrontam e que colocam em causa os seus direitos e interesses.

Da discussão dos plenários, os trabalhadores aprovaram as seguintes reivindicações:

Os trabalhadores da Visteon, em Palmela, decidiram em plenários realizados no dia 26 de Abril, dar até 15 de Maio para que a empresa se sente novamente à mesa para continuar as negociações com a comissão sindical e direcção do SIESI. 

ren098

A comissão negociadora sindical liderada pela Fiequimetal chegou a acordo com a administração do Grupo REN para uma actualização salarial de 1,3 por cento, com efeitos a 1 de Janeiro passado. Aquele valor aplica-se a todas as matérias de expressão pecuniária, refere-se num comunicado aos trabalhadores.
Os valores actualizados e retroactivos serão processados com os salários de Maio.

celcat5b
Valorizar o trabalho e os Trabalhadores

A direção da General Cable CelCat mantem-se renitente, não alterando a sua posição, rejeitando todas as propostas apresentadas pela Comissão Negociadora do SIESI por “inoportunidade e incapacidade “

A exigência de aumentos salariais faz parte da proposta de revisão do A.E. para 2017, apresentada pelo SIESI.

A Comissão Negociadora Sindical deu seguimento à decisão dos Plenários realizados na semana passada e marcou ações de luta pela defesa do Acordo de Empresa e melhoria das condições de vida dos trabalhadores.

Assim no próximo dia 28 de Abril de 2017, estamos em Greve, com início às 00 horas, e termina às 24 horas.

1maio23

O SIESI apela a todos os trabalhadores das empresas do seu âmbito de intervenção sindical e em especial aos seus associados que participem ativamente nas comemorações do 1º de Maio organizadas pela CGTP-IN nos diversos distritos.

ipi

No dia 19 de Abril o SIESI foi informado da intenção da administração da IPI de encerrar a fábrica em Muge e consequentemente através de despedimento coletivo enviar 83 trabalhadores para a situação de desemprego.

Conhecendo os dados financeiros da empresa e algumas dificuldades que têm sido informadas aos trabalhadores, o SIESI solicitou de imediato uma reunião à administração e convocou um plenário de trabalhadores.

No processo negocial de revisão da tabela salarial para 2017 do Grupo EDP, a administração da Empresa decidiu afrontar os trabalhadores com um paradigma miserabilista e autista, negando uma negociação séria.

visteon5junlx640
A Comissão Sindical e a Direção do SIESI, apela a todos os trabalhadores da Visteon, a participarem nos plenários do dia 26 de Abril, no refeitório da empresa, com os seguintes horários

4º Turno – 07:30h | 1º Turno – 08:00h | 2º Turno – 16:30h

Os Plenários são abertos a todos os Trabalhadores!

celcat5

Acções em curso para melhoria dos salários e condições de trabalho!

A comissão negociadora sindical do SIESI (CNS) esteve na ultima quarta feira, dia 12 de Abril, reunida com a comissão negociadora patronal (CNP), na quarta reunião da revisão do Acordo de Empresa para 2017.

O abaixo-assinado foi entregue à direcção da empresa, conforme decidido nos ultimos plenários realizados no dia 11 de Abril, uma vez que a direcção não apresentou qualquer proposta.

A insatisfação dos trabalhadores ficou bem expressa nas últimas lutas desevolvidas no passado recente, com tendência a prosseguir com uma maior amplitude e visibilidade, junto de todos, mas mesmo de todos, os envolvidos e com responsabilidade na situação.