2facebook

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Acção Sindical

Negociações salariais
image00x2.png
Decorrem negociações na Cel-Cat tendo em vista o aumento dos salários e a melhoria de direitos. As posições ainda estão afastadas, sendo que a comissão negociadora sindical (CNS) do SIESI tem a sua proposta em 3,8% enquanto a parte patronal avança, por enquanto, com apenas 0,2%. A CNS/SIESI deixou bem claro que a posição patronal tem de melhorar substancialmente.

convocatoriaagsiesi.pngTodos os associados podem votar nas suas empresas ou nas mesas de votos nas Delegações do SIESI.
A tua participação é importante.

Também podes votar por correspondência entregando o envelope  numa das mesas de voto mais próxima do seu local de trabalho ou de residência ou enviando por correio RSF ao Cuidado do presidente da Mesa da Assembleia Geral.
pdf CONVOCATÓRIA

tsedp.png

 Tabela salarial fecha em 1,3% — acordo será aplicado retroativamente a janeiro

pdf COMUNICADO

20160322celcat-arquivo.jpgOs trabalhadores da CelCat (General Cable) vão fazer greve a 31 de Março e 1 de Abril, durante quatro horas no início de cada turno. Lutam por um justo aumento salarial, a que a direcção da fábrica respondeu com o valor irrisório de 0,6 por cento e com uma tentativa de retirar direitos.

nortedsc00091.pngPlenários debatem contraproposta salarial insuficiente
A contraproposta da administração da Thyssenkrupp Elevadores ao caderno reivindicativo apresentado pela parte sindical está muito aquém das reais possibilidades económicas e financeiras da empresa. Avançou apenas com aumentos médios de 1,4%, e mesmo assim num quadro discriminatório. Face a este panorama, estão a decorrer plenários de trabalhadores, que se prolongam até 16 de Março, para decidir o rumo das negociações e as acções a desenvolver.

image00x2.pngNegociações salariais
Decorrem negociações na Cel-Cat tendo em vista o aumento dos salários e a melhoria de direitos. As posições ainda estão afastadas, sendo que a comissão negociadora sindical (CNS) do SIESI tem a sua proposta em 3,8% enquanto a parte patronal avança, por enquanto, com apenas 0,2%. A CNS/SIESI deixou bem claro que a posição patronal tem de melhorar substancialmente.

agua_435.jpgA EPAL, Empresa Portuguesa de Águas Livres, sediada em Lisboa, recuou na alteração de funções de cinco trabalhadores de uma das empresas multimunicipais que integram a Águas de Lisboa e Vale do Tejo, empresa cuja gestão foi cometida à EPAL, em Maio do ano passado. O restabelecimento da normalidade laboral foi acertado em reunião realizada entre o SIESI e a administração da empresa, em 19 de Janeiro, depois do Sindicato ter deixado claro que agiria judicialmente caso a questão não fosse sanada entretanto.

DSCF7251.JPGA empresa Kemet Electronics Portugal, SA, de Évora, foi condenada pelo Tribunal de Trabalho de Évora, no passado dia 14 de Dezembro, por sonegar dias de férias a 23 dos seus trabalhadores, de 2012 a 2014. A condenação traduz-se no pagamento de mais de 41 mil euros aos visados (mais precisamente 41 584 euros e 21 cêntimos). Esta multinacional americana, que produz condensadores electrolíticos, contabilizava as férias aos seus trabalhadores dos horários concentrados não por dias úteis, como prevê a lei, mas por horas. Tal prática levava a que os visados tivessem apenas 15 dias de férias por ano (incluindo sábados domingos e feriados) sendo ainda prejudicados na majoração devida pela assiduidade.

grevett3.pngOs trabalhadores da Tempo Team Serviços, Lda., adstritos aos contratos com a EDP, das instalações da Quinta do Lambert e do Edifício Explorer/Parque das Nações, em Lisboa, estiveram em greve em greve nos dias 24 e 31 de Dezembro e, ainda, no dia 4 de Janeiro.