2facebook

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



COVID-19 - Perguntas e respostas

salarios190

Formação Profissional

20170612Inovinter Qualifica2

Acção Sindical

A luta valeu a pena!

As lutas desenvolvidas em 25 de Março, de 22 a 28 de Abril, no 1º de Maio em Lisboa, e de 19 a 24 de Maio, bem como a unidade, determinação e firmeza demonstrados pelos trabalhadores em todo o processo, comprova não só que é possível lutar mas também que a luta traz resultados.

Foi a luta dos trabalhadores que levou a que a Direcção da empresa subisse a sua proposta de forma mais digna, tendo-se chegado ao acordo para um aumento de 32,5€ para todos os trabalhadores. Foi ainda possível conquistar:

  • Aumento das diuturnidades em 0,62€ (37,12€);
  • Aumento do subsídio de paternidade em 10€ (150€);
  • Aumento do subsídio de maternidade em 10€ (550€);
  • Aumento do subsídio para trabalhadores com filhos portadores de deficiência em 10€ (150€/mês);
  • Encerramento da fábrica no dia 31 de Dezembro.

Ler Comunicado do SIESI aos trabalhadores da EXIDE

Aos trabalhadores da EXIDE

Não aceitamos o fim das negociações!

Acto de gestão da Administração é vergonhoso

Na reunião Plenária decorrida quarta feira, 02.06.2021, a CNS/ Fiequimetal apresentou uma alteração á proposta inicial na procura de alcançar um acordo para a tabela salarial de 2021 que permitisse uma real valorização dos salários dos trabalhadores da REN.

Depois de uma serie de reuniões bilaterais os representantes da administração não apresentaram melhor que 0,5% de actualização, mesmo com o rebuçado de um aumento mínimo de 16€.

Na verdade, este acto de gestão não representa um aumento salarial, isto porque fica longe de repor os ganhos de produtividade e parte dos lucros numa Empresa que teve lucros de 109,2M€.

Ler Comunicado aos trabalhadores do grupo REN

cmeCME não quer resolver, SIESI faz plenário

Depois de diversos contactos com trabalhadores da CME, onde se identificaram alguns problemas existentes na empresa (nomeadamente ao nível dos horários e dos baixos salários) o SIESI solicitou uma reunião com a Direcção da Empresa que decidiu não responder sequer ao pedido de reunião.

Como quem não deve, não teme, percebe-se o porquê de não haver uma resposta: é porque os problemas que existem são reconhecidos e/ou não há vontade de alterar a situação.

Para o SIESI os problemas que os trabalhadores da CME sentem todos os dias não podem ficar sem uma resposta e irá tomar as medidas necessárias para que haja uma resposta e para que se encontrem soluções para os problemas.

Por isso, irá realizar-se um plenário de trabalhadores, no dia 7 de Junho, pelas 07h00, em frente ao portão da empresa. A tua participação é muito importante!

OS TRABALHADORES UNIDOS TÊM MAIS FORÇA

Os trabalhadores da CME precisam de estar organizados e unidos no SIESI para terem mais força colectiva e alcançar melhorias nas suas condições de vida e de trabalho. O SIESI não aceita que não se negoceie as melhorias das condições de vida e de trabalho na CME!

Participa na reunião de trabalhadores! Dá a tua opinião!

Juntos somos mais fortes!

EXIGE-SE MAIOR DISTRIBUIÇÃO DA RIQUEZA NAS EMPRESAS INSTALADORAS!

Ler Comunicado do SIESI aos trabalhadores da CMEos trabalhadores da CME

CONTINUAMOS A EXIGIR MELHORES SALÁRIOS!

Administração continua a adiar.

Vamos promover mais um plenário de trabalhadores no próximo dia 1 de Junho pelas 09:30 através da plataforma zoom, para que estes possam decidir connosco as respostas a dar á administração.
O link para participar no plenário é o seguinte:
https://us02web.zoom.us/j/85206062897?pwd=eGZoSUNkQTJ2UGFTMmNUUkJCd2ZBZz09

Apelamos a todos os trabalhadores para que participem no Plenário.

A próxima reunião de negociação realizar-se-á no próximo dia 2, quarta-feira.

Sindicaliza-te nos sindicatos da Fiequimetal
Defende os teus direitos

Ler Comunicado do SIES aos trabalhadores do grupo REN

Participa nos Plenários por melhores salários!

A Comissão InterSindical convoca os trabalhadores da empresa, sindicalizados ou não, a participarem nos
plenários que serão realizados nos próximos meses, conforme calendário.

Ordem de trabalhos

1 - Reunião com os Representantes Sindicais, Ministério do Trabalho (DGERT) e administração;
2 - Negociação salarial 2021;
3 - Acções de luta;
4 - Diversos.

Aos trabalhadores das Lojas EDPAinda, sobre a alteração
dos horários…

Em sequência do nosso último comunicado, confirma-se que as empresas que prestam serviços para a EDP Comercial, nas lojas designadas “de rua”, estão informar da pretensão de as lojas estarem abertas até às 18 horas, criando um novo horário, rotativo à semana e a partir de 1.

Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP/Comercial

edp09Alteração de horários

Segundo as informações detidas, a EDP Comercial pretende alterar o horário das “Lojas de rua”.

A politica do facto consumado mantem-se como uma prática, onde se pretende que os trabalhadores sejam apenas “soldadinhos que marchem a compasso” ao invés de parte integrante e imprescindível do processo, pois conhecem a realidade melhor que ninguém e a utilidade das medidas.

Por outro lado, permitiriam, desde logo, prever e solucionar as condições negativas que podem resultar deste processo.

Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP/Comercial

 

Reunião de prevenção de conflitos com o
Ministério do Trabalho e a administração

Participa nos plenários!

A Comissão Negociadora Sindical reuniu com o representante do Ministério do Trabalho (DGERT) e a administração da Otis Elevadores no dia 19 de maio, de acordo com as responsabilidades daquela entidade no âmbito da prevenção de conflitos, após a greve realizada no dia 30 de Abril.
O Caderno Reivindicativo para 2021 e a moção aprovada pelos trabalhadores na concentração em Lisboa foram enviadas ao representante do Ministério do Trabalho, conforme já tinha sido estabelecido.

A luta pela justa distribuição da riqueza e valorização dos trabalhadores não vai parar!
NÃO DAMOS A NEGOCIAÇÃO COMO CONCLUÍDA!

Há mais negociação da tabela salarial 2021 para lá do acto de gestão anunciado pela administração no dia 4 de Maio passado.
A CNS/FIEQUIMETAL vai solicitar à DGERT (Direcção Geral do Emprego e Relações do Trabalho) a sua intervenção, no sentido de, naquele espaço, se encontrarem condições que alterem e melhorem o que se quis designar como tabela salarial para 2021 com o conteúdo pretendido pela administração.

Ler Comunucado aos trabalhadores do grupo EDP

lojas edpO futuro constrói-se
com a nossa organização…

Se dúvidas existissem, a entrega das lojas da EDP a prestadores de serviços visaram estritamente a procura de cada vez maiores lucros. A receita era já conhecida e dado que passavam a ser duas a querer obter resultados, os alvos os trabalhadores e suas condições de vida e de trabalho, a duplicar.

Ler Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP