2facebook

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

PETICAO PRECARIEDADE 250

SIESI Informa - Abril 2017

jornalsiesiCONTINENTE

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Acção Sindical

qcfiz2

A EDA - Electricidade dos Açores tinha solicitado, já há algum tempo, uma reunião com o SIESI e que só se mostrou como possível de concretizar no passado dia 28 de Outubro.

Alguma expectativa que ainda fosse possível de existir foi totalmente desfeita, dado que a empresa se apresentou com o já esgotado discurso da vontade de resolver as situações, mas sempre impossível de concretizar por causa da “tão favorável e conveniente lei” (OGE).

tge

A Comissão Intersindical da Fiequimetal entregou à direcção da Thyssenkrupp Elevadores, no passado dia 11 de novembro, o Caderno Revindicativo para 2017.

Nos meses de dezembro e janeiro serão realizadas novas reuniões de negociações, sendo que no mês de janeiro estão previstos plenários de trabalhadores em todo o país.

delphi

Horários Não Podem Ser Unilateralmente Alterados

A Comissão Sindical e a Direção do SIESI saúdam a participação dos trabalhadores nos plenários realizados no passado dia 08 de novembro e apela a todos aqueles que não participaram, que no próximo se juntem à discussão coletiva.

tadosocantins

Basta de salários em atraso. É necessário tomar uma atitude!

A situação na Pinto & Bentes começa a tornar-se insustentável. O SIESI já enviou uma comunicação à gerência da empresa, onde alerta para o descontentamento dos trabalhadores e para as consequências que isso pode ter no funcionamento da empresa. Caso a empresa não assuma o pagamento dos vencimentos, pode ser necessário os trabalhadores darem um sinal da sua insatisfação e o SIESI estará ao seu lado para assumir responsabilidades na luta pelo pagamento atempado dos salários.

PREPOTÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO 
Exige acção dos trabalhadores!

A administração da EDP confirmou que não iria validar o acordo negociado acerca dos subsídios de estudo a descendentes de trabalhadores e reformados, deitando ao lixo o resultado de mais de um ano de negociações e embolsando assim 600 mil euros e deixando de fora(por sua opção) deste subsidio sensivelmente metade dos seus beneficiários. A Fiequimetal já solicitou a intervenção da DGERT e vai realizar plenários de trabalhadores.

sede edp 24 de julho 1060x594

Administração foge a acordo com os trabalhadores
Em causa a liberdade negocial na contratação coletiva

A CNS/FIEQUIMETAL dá acordo após a Administração da EDP vir ao encontro de algumas das suas pretensões quanto aos subsidios de estudo, mas EDP entendeu não fechar o acordo por não existir o acordo por parte de todas as estruturas sindicais.

Tyco74536

A Administração da TYCO socorre-se recorrentemente de trabalhadores contratados a prazo para, através da instabilidade provocada pela precariedade, aumentar os seus lucros à custa da prática de baixos salários.

fot23k

A Precariedade não serve os trabalhadores

De forma a travar a precariedade e a violação de direitos na Kemet, o SIESI combaterá as más práticas da empresa e o desrespeito pelos direitos dos trabalhadores. O SIESI sempre acompanhou os trabalhadores da Kemet e está disponível para com eles lutar e acabar com a contratação precária.

Tyco0412

A Precariedade não serve os trabalhadores

De forma a travar a precariedade e a violação de direitos na Tyco, o SIESI combaterá as más práticas da empresa e o desrespeito pelos direitos dos trabalhadores. O SIESI sempre acompanhou os trabalhadores da Tyco e está disponível para com eles lutar e acabar com a contratação precária.

convocatoria outubro219 DE OUTUBRO - 09H30 CAIS DO SODRÉ
Os trabalhadores dos call-center da EDP marcaram nova greve contra a precariedade e a falsa prestação de serviços para o dia 19 de Outubro. Nesse dia, às 09:30 horas, os trabalhadores vão encontrar-se no Cais do Sodré, na saída do metropolitano, deslocando-se em seguida à Sede da EDP, na Av. 24 de Julho, para se entregar uma moção à Administração. Deste local sairão em desfile até à Assembleia da República, onde será entregue uma nova moção.
A precariedade não é uma inevitabilidade! Junta-te à Luta!
Unidade! A Força dos trabalhadores