2facebook

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

PETICAO PRECARIEDADE 250

SIESI Informa - Abril 2017

jornalsiesiCONTINENTE

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Acção Sindical

Os trabalhadores da empresa de cabos Celcat, no concelho de Sintra, estão em greve parcial durante 3 dias, uma greve para exigir aumentos salariais e a revisão de vários direitos laborais. Declarações de Arménio Carslos, secretário-geral da CGTP-IN, e de Luís Santos, do SIESI. SIC Notícias

randstad

A DECISÃO…
Nos dias 14 e 15 de Setembro de 2017 a Comissão Sindical do SIESI realizou plenários nos locais da Quinta do Lambert e Expo. Os trabalhadores decidiram:
Que a Comissão Sindical do Siesi convocasse reunião com a administração da empresa para discussão do Caderno Reivindicativo 2017 e matérias pendentes. Caso a empresa não realize a reunião, e não haja evolução positiva pela implementação de melhorias das condições de vida e de trabalho, os trabalhadores desenvolverão as acções reivindicativas necessárias.
MEDIDAS E COMPROMISSOS…
Em salvaguarda foi desde já convocada uma greve para o dia 9 de Outubro de 2017, greve esta cuja realização depende única e exclusivamente da posição da empresa.
A Comissão Sindical do SIESI manterá os trabalhadores informados de todos os desenvolvimentos.
Mantem-te informado
Mantem-te ligado ao teu sindicato SIESI

No dia 15 de Setembro, em plenário realizado pela Comissão Sindical do SIESI, os trabalhadores da General Cable CelCat decidiram dar à administração da multinacional Americana a possibilidade de resolver até dia 27 Setembro os problemas apontados. Caso assim não seja, os Trabalhadores em plenário decidiram os contornos da luta, que passará pela realização de novas greves.

LER INFORMÇÃO AOS TRABALHADORES

O SIESI saúda todos os trabalhadores da Hanon Systems

Apesar das pressões da administração da empresa esta não conseguiu impedir a participação dos trabalhadores na LUTA, mais que justa e com forte adesão na passada sexta-feira, dia 1 de Setembro, que causou forte impacto no normal funcionamento da laboração e produção da fábrica.

A Luta dos trabalhadores na HANON é justa e deu resultados!

PRECARIEDADE USL

Foi reintegrado, no passado dia 1 de Setembro, um trabalhador ilegalmente despedido pela administração da EXIDE (antiga Tudor), na Castanheira do Ribatejo.
A decisão tomada pelo Tribunal da Relação de Lisboa justifica-se pelo facto de o trabalhador ocupar um posto de trabalho permanente, desempenhar uma função absolutamente necessária ao funcionamento normal e regular da empresa e responder directamente às orientações dadas pela EXIDE há vários anos.
Para este processo revelou-se crucial a decisão, por parte do trabalhador, de enfrentar a empresa e, com o apoio do seu sindicato, o SIESI, avançar com a luta para repor a legalidade.

O SIESI saúda todos os trabalhadores da Hanon Systems
Apesar das pressões e que a administração da empresa tem vindo a fazer, não conseguiu impedir a participação dos trabalhadores nesta LUTA mais que justa e a sua forte adesão na greve da última sexta-feira dia 1 de Setembro, causou forte impacto no normal funcionamento da laboração e produção da fábrica.
Como sempre dissemos: A Luta é de todos e para todos! 

ApelogreveAgosto2017A3a

Temos um papel determinante na defesa dos nossos direitos e de melhores condições de trabalho!

O SIESI e a Comissão Sindical apelam à participação de todos nas Greves, com concentração à entrada da empresa, nos próximos dias 23, 24 e 25 de Agosto, (2 horas no ìnicio e 2 horas no fim de cada turno) como decidido nos plenários realizados no dia 19 de Julho.

  • 1º Turno - 00h30m às 02h30m e das 05h30m às 07h30m
  • 2º Turno - 07h30m às 09h30m e das 14h00m às 16h00m
  • 3º Turno - 16h00m às 18h00m e das 22h30m às 00h30m
  • Turno geral – 09h00m às 11h00m e das 15h30m às 17h30m

AVANÇAR NA LUTA! EXIGIR A VALORIZAÇÃO DO TRABALHO E DOS TRABALHADORES!

LER COMUNICADO AOS TRABALGADORES

comunicadogreveagosto

GREVE DE 23 A 25 DE AGOSTO
AVANÇAR NA LUTA! EXIGIR A VALORIZAÇÃO DO TRABALHO E DOS TRABALHADORES!

A Comissão Negociadora do SIESI condena as pressões que a direcção da CelCat, tem vindo a exercer sobre os trabalhadores, procurando sacudir “a água do capote como não podia deixar de ser,  passando a sua responsabilidade (“desta sequência de resultados negativos e o não cumprimento do compromisso assumido com o acionista”) para os trabalhadores.

A direcção fazendo parar a produção para reunir com pequenos grupos de trabalhadores, onde tenta justificar estes insucessos com as greves realizadas este ano, é caso para perguntar e nos anos de 2014, 2015 e 2016 o qual a justificação?!!

Os plenários de trabalhadores têm sido unânimes em decidir o caminho da luta como única resposta às pretensões da General Cable CelCat. Nos passados dias 28, 29 e 30 de Junho com greve e concentração, os trabalhadores voltaram a reflectir e reforçar a vontade de prosseguir o caminho pela melhoria de vida e de trabalho.

Nas empresas, mobilizando os trabalhadores, e também junto do Governo e dos grupos parlamentares, a Fiequimetal vai exigir a revisão das disposições legais sobre o trabalho por turnos. Na Carta Reivindicativa saída do recente encontro sindical sobre este tema, salienta-se que tal revisão deve ser feita por razões ligadas à saúde e bem-estar dos trabalhadores, por motivos relacionados com factores familiares e sociais e por motivações económicas.
20170712Encontro 1

Alteração de horários para as doze horas ou horários concentrados são uma farsa

1ª: A ilação a tirar da reunião efectuada com os trabalhadores é que a Administração da Delphi-Seixal, apenas comunicou uma vontade de modo a que os trabalhadores acatem as suas ordens e aceitem tacitamente os horários concentrados.