2facebook

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



COVID-19 - Perguntas e respostas

salarios190

Formação Profissional

20170612Inovinter Qualifica2

Acção Sindical

A comissão Intersindical, reuniu no dia 6 de Outubro de 2021 com o Conselho de Administração da EPAL, onde procedeu à entrega do Abaixo-Assinado, Contra a Desregulação e Desvalorização do Trabalho Por Turnos. Entre outros assuntos colocados, a CI expressou ainda que, considera ser inaceitável a ausência de respostas por parte da EPAL no âmbitos das negociações dos aumentos salariais e do caderno reivindicativo no seu geral.

Para informar os trabalhadores sobre o que nos foi transmitido pelo CA a cerca destas questões, bem como, para em conjunto com os trabalhadores, elaborar-mos o Caderno Reivindicativo para 2022 e decidirmos também a estratégia a adoptar em relação ao processo de negociação pendente, irá realizar-se uma ronda de Plenários nos dias 19 e 20 de Outubro de 2021. 

Plenários nos dias 19 e 20 de Outubro de 2021

19 de Outubro

Olivais – 8 horas

Vila Franca de Xira – 14:30 horas

20 de Outubro

Asseiceira – 8:30 horas

Vale da Pedra – 14:30 horas

Comissão Intersindical da EPAL

Comissão Intersindical da EPAL

images5Administração fora da realidade e com pouco interesse em a conhecer…
Uma situação que só a luta pode mudar!

Na última reunião plenária, realizada a 13.10.2021, a CNS/FIEQUIMETAL, na qual o SIESI se integrou, reiterou que não aceita, por muito que o CA insista em fazer “copy paste” do protocolo sobre a disponibilidade que foi rejeitado em março, por ser manifesta a sua não correspondência às legitimas reivindicações dos trabalhadores.

Uma luta que tem de ser de todos!
Durante as próximas semanas vão ser realizados contatos e plenários para discutir estas matérias com os trabalhadores, pois há uma noção clara do culto de uma imagem de excelência praticado CA, com uma máquina de publicidade de custos elevadíssimos, materiais e pessoais, para servir outros interesses. Este é um problema nosso, a estratégia da administração é clara: cansar, desmobilizar e dividir para tentar enfraquecer quem lhes pode fazer frente.

Ler Informação aos trabalhadores do Grupo EDP

images. pegoNão aceitamos que brinquem com os nossos empregos, famílias e futuro…
Exigem-se respostas, já!

Desde a última informação produzida, o SIESI tem vindo a desdobrar-se em contactos e pedidos de reunião com todas as entidades com intervenção neste processo e que, agora, já se pode classificar de uma “trapalhada” que pode ter consequências muitos sérias.

O concurso, mal “esgalhado”, acabou por mostrar que afinal o seu objectivo não era encontrar uma solução – se alguma vez tal foi pensado – derrapou para mais 90 dias e o seu fim não está à vista.

Ler informação aos trabalhadores da Central do Pego

A precariedade e os baixos Salários
É necessário o Aumento dos Salários.
Continua a vontade do Patronato em não dignificar os seus Trabalhadores com um salário digno, um salário que dê para ter uma vida estável, comprar casa, constituir uma família, para fazer face ao aumento do custo de vida.

As Empresas Instaladoras têm tido milhões de lucro, graças ao trabalho árduo dos seus Trabalhadores que todos os dias contribuem para esse aumento da riqueza, mas não vêem o seu trabalho reconhecido pela via do aumento salarial, esses mesmos Trabalhadores que no último ano e meio continuaram a desenvolver o seu trabalho no meio de uma pandemia (Covid-19), sem nunca pararem de laborar, sempre na linha da frente com maior ou menor risco de contagio.

Ler Comunicado aos trabalhadores das Instaladoras

tool 2766835 1920

Informação
Dias de não produção

As comissões sindicais do SIESI e do SITE Sul reuniram ontem com a Directora de Recursos Humanos, depois de termos questionado sobre o que se passava com as “paragens” de alguns produtos em 5 dias do mês corrente.

Foi-nos transmitido que pretendiam que algumas linhas da empresa parassem nos dias 4, 11, 15, 18 e 29 de Outubro, com a pretensão que os trabalhadores envolvidos colocassem férias “old”, descanso compensatório e, ainda, os dias de férias do natal.

Ler Comunicado aos trabalhadores da Hanon

siesi pano

CENTRAL DO PEGO (ABRANTES)

NA DEFESA DOS POSTOS DE TRABALHO!

 

A negociação continua – Participa nos plenários!
Após as várias acções de luta a Comissão Negociadora Sindical reuniu com a direcção da empresa, no passado dia 30 de setembro, para dar continuidade ao processo de negociação do Caderno Reivindicativo de 2021.
Tendo em conta a situação em várias áreas da empresa, a sobrecarga de trabalho, a falta de recursos humanos e a organização do Piquete também foi colocada a necessidade de uma discussão urgente para a que direcção da empresa solucione os vários problemas existentes.
Como tal, a Comissão Intersidincal decidiu realizar plenários em todo o país para informar mais detalhadamente todos os trabalhadores de todos os pontos em discussão, bem como analisar quais as eventuais acções futuras. A convocatória com as datas e locais será enviada em breve.
APELAMOS A UMA GRANDE PARTICIPAÇÃO PARA QUE TODOS POSSAM ESTAR BEM INFORMADOS.
Também é essencial para os trabalhadores estarem sindicalizados no SIESI, Site Norte, Site Centro Norte ou Site Centro Sul, para defesa dos interesses individuais e colectivas.
Lembramos ainda a possibilidade da emissão da carteira de electricista, de forma gratuita aos sócios, bem como a existência de vários outros protocolos (nas áreas da saúde, formação acadêmica, tempos livres, etc.), defesa em caso de acidentes de trabalho, entre outros.
Sindicalizado/a estás mais protegido/a!
Ler também neste comunicado:
  • Teletrabalho
  • Inquérito 2021 – Participa até 13 de Outubro
  • Campanha de SST 2021-2022

Ler comunucado aos Trabalhadores da TK Elevadores Portugal

TKE Portugal Strike 30th July 2021

Sem emprego não há desenvolvimento e futuro

Os plenários que se realizaram no passado dia 24 deixaram evidente que a generalidade dos trabalhadores da Central, independentemernte da empresa, rejeitam qualquer solução que não seja a manutenção dos postos de trabalho.

Mais, sejam quais forem os argumentos, a transição justa não é, até agora, mais do que outra “bazuca de pólvora seca” onde os trabalhadores que desaparecerem não voltarão mais.

No caso do Pego se o pior cenário se colocar, confirmará o profundo erro politico de encerrar a Central, sem olhar aos efeitos e não exigindo alternativas que mantenham e reforcem o emprego.

Portugal não é, de forma nenhuma um dos países prioritários, bem pelo contrário. Mas, os “poderosos” continuam a produzir e a emitir CO2 a pontapé. Nós andamos de cócoras!

Não vamos parar!

Ler Informação aos trabalhadores da Central do Pego

images pego

edp 3Ainda no rescaldo da última reunião com o CA...

A última reunião com a Comissão Negociadora da Fiequimetal, na qual o SIESI se inclui, realizada no dia 15 de Setembro, a empresa aproveitou para dar conta de algumas outras questões que não as negociais, o que agora damos nota dentro de um contexto de utilidade nuns casos e de alerta noutros, considerando que o seu desenvolvimento não pode deixar de merecer toda a atenção, informação e ligação ao Sindicato.

Ler informação aos trabalhadores do Grupo EDP

Participa nos plenários!  
Defender a contratação colectiva! 
Lutar por melhores condições de trabalho e de vida! 

IMG 20210430 112939

A Comissão Inter Sindical reuniu, no dia 17 de Setembro, para analisar a situação na empresa após a greve do dia 30 de Abril, as reuniões no Ministério do trabalho (realizadas em 19 de Maio e 27 de Junho).  

Tendo em conta a falta de contraproposta por parte da administração foi decidido avançar com plenários nos próximos meses para discutir novas propostas para a negociação de 2022.  

Alertamos que está em curso um ataque por parte da direcção, que repudiamos, aos direitos e remunerações consagrados no Contrato Colectivo dos Fabricantes de Material Eléctrico e Electrónico (CCTV FMEE) para substituí-los por uma contratação colectiva inferior que, aos sócios do SIESI, Site Centro Norte e do Site Norte, não poderá ser aplicada. 

Esta tentativa de alteração de contratação colectiva poderia levar à eliminação das diuturnidades, redução do pagamento do trabalho suplementar e/ou implementação de banco de horas, aumentaria o horário diário de trabalho em até 12 horas, alargaria o horário para 6 horas de trabalho consecutivo para intervalo de descanso, eliminaria o horário de trabalho nocturno entre às 20hs e 22hs. Como tal, cabe a cada trabalhador a decisão pela defesa dos direitos individuais e colectivos, onde a sindicalização evita que tais intenções não sejam aplicadas. 

Ler comunicado aos trabalhadores da Otis Elevadores