2facebook

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



COVID-19 - Perguntas e respostas

salarios190

Formação Profissional

20170612Inovinter Qualifica2

Acção Sindical

Aos trabalhadores das Lojas EDPAinda, sobre a alteração
dos horários…

Em sequência do nosso último comunicado, confirma-se que as empresas que prestam serviços para a EDP Comercial, nas lojas designadas “de rua”, estão informar da pretensão de as lojas estarem abertas até às 18 horas, criando um novo horário, rotativo à semana e a partir de 1.

Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP/Comercial

edp09Alteração de horários

Segundo as informações detidas, a EDP Comercial pretende alterar o horário das “Lojas de rua”.

A politica do facto consumado mantem-se como uma prática, onde se pretende que os trabalhadores sejam apenas “soldadinhos que marchem a compasso” ao invés de parte integrante e imprescindível do processo, pois conhecem a realidade melhor que ninguém e a utilidade das medidas.

Por outro lado, permitiriam, desde logo, prever e solucionar as condições negativas que podem resultar deste processo.

Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP/Comercial

 

Reunião de prevenção de conflitos com o
Ministério do Trabalho e a administração

Participa nos plenários!

A Comissão Negociadora Sindical reuniu com o representante do Ministério do Trabalho (DGERT) e a administração da Otis Elevadores no dia 19 de maio, de acordo com as responsabilidades daquela entidade no âmbito da prevenção de conflitos, após a greve realizada no dia 30 de Abril.
O Caderno Reivindicativo para 2021 e a moção aprovada pelos trabalhadores na concentração em Lisboa foram enviadas ao representante do Ministério do Trabalho, conforme já tinha sido estabelecido.

A luta pela justa distribuição da riqueza e valorização dos trabalhadores não vai parar!
NÃO DAMOS A NEGOCIAÇÃO COMO CONCLUÍDA!

Há mais negociação da tabela salarial 2021 para lá do acto de gestão anunciado pela administração no dia 4 de Maio passado.
A CNS/FIEQUIMETAL vai solicitar à DGERT (Direcção Geral do Emprego e Relações do Trabalho) a sua intervenção, no sentido de, naquele espaço, se encontrarem condições que alterem e melhorem o que se quis designar como tabela salarial para 2021 com o conteúdo pretendido pela administração.

Ler Comunucado aos trabalhadores do grupo EDP

lojas edpO futuro constrói-se
com a nossa organização…

Se dúvidas existissem, a entrega das lojas da EDP a prestadores de serviços visaram estritamente a procura de cada vez maiores lucros. A receita era já conhecida e dado que passavam a ser duas a querer obter resultados, os alvos os trabalhadores e suas condições de vida e de trabalho, a duplicar.

Ler Comunicado aos trabalhadores das Lojas EDP

Pré e Reformas e outras matérias…
Administração “a meter água, atira bóia…”

Como já se tinha informado anteriormente, a administração está a violar de uma forma inqualificável o ACT nas condições da pré reforma, particularmente pelos resultados na subsequente reforma.

Essa acção tem o objectivo assumido de restringir direitos exclusivos dos trabalhadores e, dessa forma, apropriar-se de valores avultados à custa dos dinheiros da Segurança Social e do prejuízo da melhoria legítima das reformas.

Ler Comunicado aos trabalhadores do Grupo EDP

 

Continuamos à espera de que a Administração se digne a apresentar uma proposta que valorize os salários!

Uma vez mais exigimos ontem na reunião que a Administração, 06 de maio, que a REN oficializasse as suas propostas. discutidas nas reuniões bilaterais.

A reunião plenária de ontem acabou por se transformar numa sucessão de reuniões bilaterais onde o lema “Dividir para reinar” foi usado e abusado, acabando por não trazer nada de novo.

Apenas queremos parte da riqueza que geramos com o nosso trabalho!

Ler Comunicado aos trabalhadores do grupo REN

 

INACEITÁVEL! O CAMINHO É O DA LUTA!

A Comissão Negociadora /Fiequimetal não deitará a toalha ao chão no sentido de tudo fazer por uma justa distribuição da riqueza que os trabalhadores geraram no último ano.

Este comportamento inqualificável da Administração de uma Empresa que nos últimos anos atingiu lucros colossais deve merecer o repudio dos trabalhadores, sobretudo num ano em foram sujeitos a um contexto sanitário absolutamente exepcional.

Vamos lutar pela melhoraria dos salários dos trabalhadores do grupo EDP e, em conjunto com os trabalhadores, forçar a administração a continuar as negociações.

Ler Comunicado aos trabalhadores do grupo EDP

trabalhadores do grupo EDP O CAMINHO É O DA LUTA

A direcção do SIESI saúda a luta dos trabalhadores da Otis Elevadores, de 30 de Abril em todo o país e a grande concentração efectuada em Lisboa.

É determinante a consciência de classe para a melhoria das condições de vida e trabalho de todos, hoje e sempre!

Apelamos ainda a uma maior sindicalização nos sindicatos pois é com a força e união dos trabalhadores que será possível atingir mais e melhores resultados.

 SIESI saúda a luta dos trabalhadores da Otis Elevadores

Greve de 22 a 27 de Abril demonstrou unidade e firmeza dos trabalhadores da EXIDE

A Direcção do SIESI e as ORTs saúdam os trabalhadores da EXIDE pelo exemplo de unidade e firmeza que demonstraram durante os períodos de greve, para reivindicar uma melhoria significativa dos seus salários e das suas condições de vida e de trabalho.

Esta greve que agora termina, com uma expressão bastante significativa na adesão e na mobilização para os piquetes e que paralisou na totalidade a produção nos períodos da greve, demonstrou que os trabalhadores estão disponíveis para lutar para alcançar os seus objectivos. Perante esta situação, a empresa terá de dar um salto qualitativo na sua proposta de aumento salarial.

Continuamos, como sempre até ao momento, disponíveis para negociar e encontrar soluções para resolver os problemas e aspirações dos trabalhadores da EXIDE, pelo que aguardamos uma nova reunião negocial com a empresa, para realizarmos plenários posteriormente.

Os trabalhadores da EXIDE devem manter a unidade que construíram e manterem-se firmes na defesa dos seus legítimos interesses e aspirações.

O SIESI apela a que os trabalhadores façam do 1º de Maio um dia de luta pelo aumento dos salários e que participem na jornada de luta convocada pela CGTP-IN, em Lisboa, organizados no seu sindicato de classe, o SIESI.

A luta continua!

Greve de 22 a 27 de Abril demonstrou unidade e firmeza dos trabalhadores da EXIDE