2facebook

Logotipo 4 Congresso

Combater o assédio

assedio laboral

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



Acção Sindical

FIEQUIMETAL
A apresentação de resultados de 2018 da EDP do plano estratégico da administração para o período de 2019/22 só pode gerar mais indignação aos trabalhadores.

A famigerada redução de lucros, de que serve a administração para justificar propostas de aumentos muito abaixo do aceitável, já havia sido anunciada no ano passado.

Convém não esquecer que o resultado líquido em 2018 de 1113 milhões de euros, foi obtido à custa da alienação de activos, como a distribuição de gás em Portugal e Espanha e a venda de mini-hídricas em Portugal e no Brasil, assim como a central de biomassa.

Porque os anos passam e a memória deve ficar em abono da verdade, a Fiequimetal relembra que desde 2012 a EDP vendeu 3,1 mil milhões de activos, o que lhe permitiu manter os lucros numa fasquia superior aos mil milhões de euros. E os Trabalhadores?

visteon5junl

Grande participação e posição assumida nos plenários reafirmam exigência do SIESI como garante da negociação colectiva na empresa!

A Comissão Sindical e a Direcção do SIESI evidenciam o significado da elevada participação dos trabalhadores da Visteon nos plenários realizados, nos dias 13 e 14 de março, com a aprovação, por unanimidade, da Posição que será entregue à administração da empresa e ao responsável da DGERT/Ministério do Trabalho, depois de ter sido realizada uma reunião naquele organismo.

A EDP convocou a CNS\Fiequimetal para nova reunião de negociação da Tabela Salarial.

Esta reunião decorrerá dia 06/03/2019, precisamente o dia a seguir ao FERIADO DE CARNAVAL (considerado como tal no ACT EDP 2014 para os mais distraídos…). Esperemos que após uma fase dedicada à brincadeira, não apareça ainda alguém não apenas com a máscara, deixando as competências de negociador numa qualquer gaveta do fundo do baú…

LER COMUNICADO

GREVE

CARNAVAL

05 de MARÇO

É CARNAVAL. NÃO LEVEM A MAL!

Conforme decidido pelos trabalhadores, a greve em reivindicação do gozo do feriado de Carnaval está declarada.

Nos termos e para os efeitos do Artigo 57ª da Constituição da República Portuguesa e do Código do Trabalho, nomeadamente do seu artigo 534º, os trabalhadores da Randstad II Prestação de Serviços Lda., estarão em greve.

A greve inicia-se pelas 00:00 da terça-feira de Carnaval, dia 05 de Março de 2019 até à 1:00 do dia seguinte, 06 de Março de 2019.

O exercício da greve é um direito que assiste a todos os trabalhadores, sindicalizados ou não.

Caso a empresa declare o direito do gozo do feriado nos termos da lei, a greve consdierar-se-á suspensa.

LER COMUNICADO

celcat

Os trabalhadores da Prysmian/CelCat, reunidos em plenário no dia 19 de Fevereiro de 2019, aprovaram por unanimidade a seguinte moção:

Moção

Considerando:

1-Considerando que já decorreram 4 reuniões de negociação do Acordo de Empresa sem que a Direção da Prysmian/CelCat avance com qualquer proposta de valor para os salários e para as condições de trabalho do Acordo de Empresa.

rsfev

Temos um papel determinante na defesa dos direitos e de melhores condições de trabalho!

O SIESI e a Comissão Sindical apelam à participação de todos nos Plenários que se irão realizar, nas instalações da EXPO, na próxima quinta-feira, dia 21 de Fevereiro de 2019, pelas 10, 15 e 18h, e nas instalações da Quinta do Lambert, na próxima sexta-feira, dia 22 de Fevereiro de 2019, pelas 10, 15 e 18h.

E nas instalações do Edifício XEROX, na próxima segunda-feira, dia 25 de Fevereiro de 2019 pelas 10:00 e outro pelas 15:00, e nas instalações do Edifício América, na próxima terça-feira, dia 26 de Fevereiro de 2019 pelas 15:00.

Nestes será feito um ponto de situação dos processos em curso, seus desenvolvimentos e propostas algumas medidas a desenvolver

Ver Comunicado aos trabalhadores Randstad II Prestação de Serviços Lda

rsfev2

celcat3

INFORMAÇÃO Nº 03

Realizou-se, dia 31 de Janeiro de 2019, a segunda reunião negocial para revisão do Acordo de Empresa.

Conforme previsto na reunião protocolar, nesta estaria presente a responsável pela área financeira, para explicar os resultados de 2018, o que não sucedeu por indisponibilidade da mesma.

No entanto, foi entregue a demonstração de resultados de 2018 que iremos analisar e, na próxima reunião, no dia 7 de Fevereiro de 2019, colocaremos as nossas dúvidas e posição.

Thyssenkrupp

A Comissão Intersindical da Fiequimetal valoriza a participação, mobilização e afirmação dos trabalhadores contra a tentativa de imposição de horários por turnos, em toda a empresa, que poderia afectar todos os trabalhadores. A luta traz resultados! Esta postura deve-se manter por parte dos trabalhadores, até que seja alcançado um acordo que seja positivo para todos. Até lá, a intenção de alteração do Serviço Thyssen Mais por parte da direcção fica, oficialmente, sem efeito.

Ler comunicado aos Trabalhadores da Thyssenkrupp Elevadores

imageii

Obra de MUTES – (DES) CUBISMO CONTORNISMO O Culambismo

2019 – TEMPO DE AGIR

A COMISSÃO SINDICAL DO SIESI E A DIREÇÃO DESEJAM UM OPTIMO 2019, CHEIO DE LUTAS E CONQUISTAS.

O SIESI INFORMA:

GREVES – Os trabalhadores da Randstad estão de parabéns pela sua forte adesão à greve. Não fazemos greves só por fazer, a greve representa a perda de retribuição, mas é um investimento do trabalhador nas suas reivindicações, é o recurso que os trabalhadores decidiram quando não há respeito, respostas e evolução. Não temos contratos de colaboração, temos contratos de trabalho, existe uma relação de trabalho para ser respeitada. O nosso trabalho tem valor e somos nós que temos que exigir a sua valorização uma vez que a empresa não valoriza automaticamente. Não vamos mendigar, vamos lutar para conquistar. Cumprimos os nossos deveres e exercemos os nossos direitos. Exigimos respostas e discussão sobre as matérias reivindicativas. Na falta de resposta agimos. A adesão à greve dos trabalhadores Randstad reflete o seu grau de satisfação com a empresa. Os trabalhadores exigem respostas.

Esclarecimento – Os trabalhadores Randstad deliberaram com o SIESI, por meios idóneos, a realização de dias de greve por altura do Natal e Ano Novo, não se tratou de uma festa de Jingle Bells e foguetes, e sim de reivindicações justas que querem ver respeitadas pela Randstad.

Há um sindicato que te defende!

O SIESI tem iniciado contactos para discutir a situação do sector das instaladoras e das condições de trabalho dos seus trabalhadores.

No entanto, de ano para ano, fica cada vez mais evidente a necessidade de defender e valorizar o sector bem como valorizar os trabalhadores que todos os anos com o seu trabalho geram lucros em muitos casos avultados às empresas para as quais trabalham.

É urgente:

  •  Dignificar as profissões dos trabalhadores das instaladoras;
  • Actualizar os salários e os subsídios de alimentação e outras remunerações;
  • • Corrigir as discriminações existentes;
  •  Combater a precariedade e garantir que a cada posto de trabalho permanente corresponda um contrato com vínculo efectivo;
  •  Garantir mais e melhores condições de trabalho (segurança, protecção, prevenção).